A carga é parte preciosa da operação, não é mesmo? Pensando nisso, separamos algumas dicas simples de como distribuí-la corretamente para ajudar na conservação do seu bruto. Confira:

• A carga deve ser colocada começando pelo eixo traseiro, para que a distribuição sobre os dois eixos seja equilibrada. E, se a carga for indivisível, recomenda-se que seja transportada deitada;
• Distribua a carga de forma igual, deixando sempre a parte mais pesada no centro da plataforma;
• As mercadorias mais leves, normalmente tem embalagens mais leves também. Por isso, podem ser posicionadas por último;
• Caso sobrem espaços vazios, pela variação de tamanho das embalagens, deve-se preenche-los para dar equilíbrio e sustentação e estabilidade;
• Ao transportar cargas líquidas, em geral são usados tanques e, deve atentar-se ao volume ocupado, pois havendo espaços vazios dentro do tanque, o líquido se moverá e assim, pode trazer instabilidade ao veículo;
• Medicamentos e alimentos devem ser transportados em embalagens com maior resistência e, amarrados com bastante firmeza;
• Para transportar peças de vidro, é indicado revestir a parte interna do caminhão com feltro ou mantas de borracha;
• Fazer o transporte de carga viva, exige que o baú possua ventilação no compartimento do animal. Além disso, a carga não deve ser amarrada, porém, necessita de piso antiderrapante.
• Quando a carga é indivisível, normalmente tem orientações específicas sobre seu posicionamento e amarrações, dadas pelo remetente/fabricante;

Não esqueça que para cada carga existe um veículo indicado, por isso, não assuma operações nas quais o seu bruto não se encaixa. Assim, você garante sua segurança e a maior durabilidade do seu companheiro de estrada.