O FH 16 750 é o caminhão mais potente e seguro do mundo, capaz de transportar cargas de até 250 toneladas sozinho. Mas o que fazer quando o peso é superior a este limite? A Transdata, empresa especializada em transportes de cargas especiais, encarou o desafio de levar um rotor de 320 toneladas da fábrica da Andritz, em Araraquara (SP) até a usina de Belo Monte, no Pará.

O transporte do rotor ocorre em duas etapas: a primeira acontece por terra, da fábrica até o porto de Santos. Depois, a peça segue de navio até a região Norte do Brasil pelo rio Xingu. Somando as duas vias, este frete pode durar 90 dias até a entrega.

A composição do transporte é gigante: são 107m de comprimento e o implemento tem 2 conjuntos de 18 linhas de eixo cada (288 pneus). O rotor tem 8,75m de diâmetro e 5 m de altura. Somando tudo, são 675 toneladas. Para dar conta do trabalho, a empresa está utilizando um comboio de três caminhões FH 16 para puxar a estrutura. O deslocamento acontece em baixa velocidade (20km/h), e na maior parte do tempo à noite, conforme orientação das concessionárias das rodovias.

Confira as fotos:

_TO_3808

_TO_3811

_TO_3682