Quem já trabalhou em canteiro de obras sabe bem: o maquinário da construção civil consome muito combustível. Uma escavadeira hidráulica pode consumir uma média de 15 litros de diesel por hora de trabalho. Por causa disso, muitas empresas contam com a ajuda do caminhão-comboio, que leva o combustível até o local das obras, agilizando o serviço das empresas e garantindo o controle de qualidade do que é consumido pelo equipamento. Além disso, este tipo de caminhão permite também a lubrificação dos componentes e a coleta do óleo, para que seja feito o descarte correto.

No entanto, algumas empresas optam pelo transporte simples: um caminhão que transporta os barris de combustível até o lugar das operações. Se optar pela não utilização do caminhão-comboio, a empresa ou o carreteiro deve seguir as normas estabelecidas pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que regulamenta o transporte de produtos considerados perigosos. Não atender às normas pode ocasionar multas, apreensão do veículo e até indiciamento do condutor.

Além da documentação em relação ao veiculo de transporte e sobre a carga, o motorista também deve seguir alguns requisitos. Um exemplo é ter o documento que comprove a realização do MOPP (Movimentação e operação de produtos pesados) e uma licença ambiental emitida pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado.