Por mais experiente que o estradeiro seja, nunca deve subestimar o trecho. O chileno Manuel Manrique é motorista há quase 40 anos, responsável pelo transporte de frutas em um FH. A rota de Manuel passa pela Estrada Los Caracoles, uma subida de 3,2 mil metros pela Cordilheira dos Andes, repleta de curvas sinuosas e poucos espaços para ultrapassagem. Está entre as estradas mais perigosas do mundo.

“Recentemente eu vi um acidente. Dois caminhões bateram de frente. Os veículos pegaram fogo e os dois motoristas morreram. Então eu começo a pensar que poderia ter sido eu”, conta o motorista. “Sigo dirigindo com cautela mesmo depois de muitos anos de estrada”. Segundo Manrique, de duas a três pessoas morrem na estrada a cada três ou quatro meses. Ele mesmo já perdeu muitos amigos no trecho.

Mesmo conhecendo cada curva da estrada e repetindo o trajeto por anos a fio, ele não arrisca ultrapassagens ou acelera, mantendo-se sempre na defensiva. Começou na profissão por causa de seu pai, que também era estradeiro. “Ele sempre dizia pra mim: a Cordilheira dos Andes sempre vai existir. Nunca tente passá-la por cima pois você não será capaz de fazê-lo. O Andes sempre ficará no mesmo lugar. Você vai morrer”.

Fonte: Volvo Trucks Magazine
http://mag.volvotrucks.com/global/global/article/?art=4219&ref=1