Se rodar pelo Brasil, em terra firme, tem suas dificuldades, imagina os desafios de quem está dando volta ao mundo pelos oceanos? Este é o percurso da Volvo Ocean Race, a maior regata de volta ao mundo. A previsão é de que amanhã, dia 7 de abril, os primeiros barcos cheguem à cidade de Itajaí (SC), após a partida realizada em Auckland (Nova Zelândia).

Considerada a Fórmula 1 da Vela, a Volvo Ocean Race tem 41 anos de história, marcados pelos desafios. São nove meses de competição, 38.739 milhas náuticas navegadas (71.745 km), passando pelos cinco continentes e por 11 países. Semanas sem ver terra firme, ondas gigantes, temperaturas extremas e trabalho intenso.

A Volvo Ocean Race iniciou em 04 de outubro de 2014 com a chamada In-port race, em Alicante, na Espanha. Os barcos partiram no dia 11 de outubro, e já passaram pela Cidade do Cabo (África do Sul), Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), Sanya (China) e Auckland (Nova Zelândia). Depois do Brasil, seguem para Newport (Rhode Island, Estados Unidos), Lisboa (Portugal) e Lorient (França). Está programado também um pit-stop de 24 horas em Haia, entre a França e a Suécia. O encerramento será no dia 27 de junho de 2015, em Gotemburgo, cidade sueca que abriga a sede mundial da Volvo.