Um dos desafios diários dos estradeiros são os trechos elevados. Subir uma serra, ou até mesmo um aclive na cidade, pode ser difícil para o motorista que está começando agora. Em alguns momentos, até os veteranos, que já conhecem bem as artimanhas da rodagem, podem passar algum sufoco. O que muitos desconhecem é que, utilizando melhores práticas na direção, os estradeiros podem economizar até 30% de combustível.

Acelerar antes da subida para aproveitar a inércia ajuda o bruto a ganhar força, mas o mais importante é escolher a marcha ideal para manter o giro do motor dentro da faixa verde. Assim a aceleração se torna constante e eficiente.

Na hora de descer, vale lembrar: nada de colocar o caminhão descendo na “banguela”. Além de perigoso (pois a descida pode atingir velocidades superiores e o motorista perder o controle do bruto), o motor continua consumindo combustível. Utilize sempre o freio-motor. Se a posição do pedal estiver em neutro (sem carga), a função de corte de combustível estará atuando, o que garante mais economia.