Todo estradeiro tem orgulho de dirigir um bruto que encara qualquer desafio. Prova disso são os vídeos da internet mostrando o trabalho pesado dos caminhões. No entanto, tem uma prática que as pessoas adoram divulgar, mas que não é boa nem para o veículo, nem para quem está no volante: travessia de rios e trechos alagados.

Apesar de muitos vídeos mostrarem o sucesso de motoristas ao cruzarem as águas, vale ressaltar o que todo mundo já sabe: caminhão não é barco. As peças de seu bruto podem ser danificadas, diminuindo seu rendimento. Como você não tem visibilidade por onde está passando, um obstáculo oculto pelas águas no meio do rio pode acabar com perda da carga, do veículo, e principalmente da vida do condutor.

Sabemos que não são todos os destinos que ocorrem por via terrestre, e que o clima nem sempre ajuda em determinadas regiões. Nessas horas, o melhor para o estradeiro é ter paciência: esperar o transporte por balsa ou procurar uma rota terrestre alternativa. Em caso de alagamento, esperar que as águas baixem e deem segurança para passagem. E lembre-se: entregar o frete a tempo é importante, mas a sua vida ainda é mais.