Todo estradeiro é um artista do asfalto. Afinal, encarar a vida no trecho é uma verdadeira arte! Muitos foram além da boleia do caminhão e alcançaram a fama depois de ralarem muito com seus brutos.

– Antes de se tornar o Rei do Rock, Elvis Presley dirigia o caminhão da companhia de energia elétrica da cidade de Memphis. Isso até o dia em que ele estacionou seu bruto na frente de um estúdio para gravar uma música. O resto é história.

– Do rei do rock ao rei das calcinhas: antes de explodir nas rádios como cantor de “Fogo e Paixão”, Wando ganhava a vida dirigindo caminhões em Volta Redonda (RJ). Lá ele também assumia a profissão feirante e, nas horas vagas, membro de um conjunto que se apresentava na região em bailes e festas.

– Já que o assunto é galã, imagina se o seu colega estradeiro fosse um espião ultrassecreto? Sean Connery, antes de viver o agente 007 James Bond no cinema, era o motorista do caminhão de uma escola de artes.

– Além de Connery, outro artista que passou um tempo no trecho foi o ator Gregory Peck – você talvez não saiba quem seja, mas sua mãe e sua avó devem ter morrido de amores por ele algum dia. O astro de “O Sol Não É Para Todos” teve que largar os estudos da faculdade para encarar o volante. Depois de uma temporada como estradeiro, voltou para faculdade e tornou-se um dos maiores atores do mundo do cinema.

Está faltando alguém na lista? Conhece mais alguém que encarou o trecho antes de ser famoso? Conte pra gente!