Encarar uma carga pesada no trecho pode até ser fácil se as condições do clima, da estrada e do bruto colaborarem. Mas basta uma chuvinha em um terreno arenoso que o nível de dificuldade aumenta. Guiar um caminhão nestas condições não é uma tarefa fácil, ainda mais em lugares como mineração e madeireira, onde estradas de chão tornam-se verdadeiros atoleiros.

Para não ficar preso, a recomendação é trafegar sempre no meio da pista, evitando as laterais (onde é mais fácil escorregar e atolar). Reduza a velocidade e use uma marcha mais longa que o usual para ganhar aderência e ganhar menos torque, evitando que o bruto saia patinando na via.

Quando ocorre o atolamento, os estradeiros costumam recorrer a ajuda de um colega para o resgate através de reboque. Outra tática envolve o uso de madeiras em frente às rodas atoladas, fazendo com que o bruto consiga tração para seguir viagem.

Para quem tem um bruto da Volvo, os modelos saem de fábrica com a possibilidade de bloqueio de eixo. Quando ocorre de uma roda ficar atolada na lama, você pode usar o bloqueio de eixo para ganhar força e tração para sair do buraco. Com ele acionado, o motorista deve manter o caminhão em linha reta, desabilitando a função para poder realizar manobras novamente. Nos modelos 6X4, quando há o bloqueio de mais de um eixo, o motorista é capaz de realizar manobras para sair com mais facilidade da lama quando o primeiro deles estiver bloqueado. Se ambos os diferenciais forem bloqueados, a saída é em linha reta.