Os FHs lançados em 2009 exibiam o que havia de mais avançado em caminhões no mercado mundial. O FH é mostrado como o caminhão mais seguro do mundo. Ele chegava com um pacote enorme de dispositivos de segurança ativa, tecnologias então inexistentes no Brasil. “A segurança está no ‘DNA’ da Volvo e é um dos três valores fundamentais da marca”, diz Bernardo Fedalto, diretor de caminhões da Volvo no Brasil.

Os caminhões FH, que já possuíam excelente reputação entre os transportadores, ficaram ainda mais seguros e confortáveis com a renovação da linha. O FH manteve todos os itens de segurança que já possuía e recebeu uma série de avançados equipamentos de segurança ativa e passiva, tornando o caminhão o veículo comercial mais seguro de todo o mercado.

Os FHs já podiam vir equipados com o ESP (Controle Eletrônico de Estabilidade), faróis duplos de xenon, sensor de chuva, detector de atenção e cansaço, o piloto automático inteligente ACC (que diminui o risco de acidentes causados muitas vezes por desatenção do motorista), um sensor de ponto cego, o LKS (monitoramento de faixa de rodagem), faróis auxiliares de conversão, um espelho lateral auxiliar duplo e a tecnologia Bluetooth, entre outros dispositivos.

ESP

O ESP é um dos mais modernos dispositivos de segurança veicular ativa já lançados pela Volvo, a montadora líder global em segurança. “O ESP reduz a possibilidade de derrapagem e de capotagem em curvas fechadas e quando a velocidade do veículo é incompatível com as curvas”, diz Álvaro Menoncin, gerente de engenharia de vendas da Volvo.

A principal função do ESP é detectar situações de perigo para o veículo e, quando necessário, atuar rapidamente de forma a prevenir um eventual acidente. Quando o caminhão entra numa curva com uma velocidade maior que a necessária, por exemplo, o sistema automaticamente reduz o torque do motor e faz uma aplicação individual dos freios nas rodas.