As obras de duplicação da Travessia Urbana, em Rondonópolis (MT), estão dificultando o escoamento da produção de soja. Os caminhões, que carregam o produto têm que passar pela trecho, de 12,8 km, para chegar aos terminais da ALL. Em determinados horários, acontecem congestionamentos de até uma hora.

Para realizar a duplicação, a Prefeitura – que administra o projeto – conta com verba de R$31 milhões liberada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT). Segundo Fábio Cardoso, atual secretário de Infraestrutura de Rondonópolis, a obra teve início em setembro de 2009 e tinha término previsto para maio de 2011.

Porém, a Associação dos Transportadores de Cargas de Rondonópolis (ATC) tem mais uma preocupação. Com a aproximação da inauguração do Terminal da ALL no município, provavelmente em abril, o número de caminhões irá aumentar, já que será possível fazer o transbordo na região, fazendo com que o trânsito fique ainda mais congestionado.

Fonte: O Estradeiro