O pedágio cobrado em rodovias brasileiras que foram concedidas à iniciativa privada entre os anos de 1998 e 2000 é mais caro que a taxa pedida nas estradas com concessões que datam a partir de 2008. Para as mais antigas, tanto estaduais como federais, o preço do quilômetro privatizado é de R$0,112, enquanto nas mais recentes o valor é de R$0,064 – 75% mais barato.

A Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) acredita que a diferença se justifica por diversos fatores, como diferenças macroeconômicas entre os dois períodos, assim como os diferentes riscos que corriam os investidores. Atualmente, 10 mil quilômetros de estradas são de concessões antigas, enquanto que 5.637 quilômetros são de recentes.

Fonte: Carga Pesada