Acontece neste domingo, dia 22 de abril, a largada da Volvo Ocean Race do porto brasileiro de Itajaí, em Santa Catarina. Cinco dos seis barcos que participam da competição partirão com destino a Miami, nos Estados Unidos: o Telefónica, o Groupama, o Puma, o Camper e o  Abu Dabhi. A embarcação chinesa Sanya teve problemas e irá direto para os EUA. O público visitante em Itajaí atingiu a extraordinária marca de 200 mil pessoas, um recorde na história da regata.

Os barcos partiram de Alicante (Espanha) e passaram Cape Town (África do Sul), Abu Dhabi (Emirados Árabes), Sanya (China), Auckland (Nova Zelândia), Itajaí (Brasil). Depois de Miami, os veleiros irão para Lisboa (Portugal), Lorient (França) e Galway (Irlanda).

A Volvo Ocean Race é um dos maiores eventos esportivos do planeta, percorrendo os cinco continentes em um equivalente a 72 mil quilômetros em mais de nove meses de competição. As embarcações usadas são do mesmo modelo. Sendo assim, a vitória depende apenas da equipe que pilota o veículo. “Esta é a mais difícil e importante regata mundial da atualidade. Superação de limites, respeito ao meio ambiente e desafios são temas diários na vida dos velejadores e também estão presentes na Volvo”, diz Roger Alm, presidente de vendas e marketing de caminhões da Volvo Latin America. “Fizemos esta série especial do FH para celebrar estes valores”, destaca o presidente.