O Volvo FMX, que chegou ao Brasil em novembro passado, começa a causar grandes impactos no mercado de caminhões para construção no mundo. Disponível na Europa desde abril do ano passado, as vendas do caminhão no continente em 2011 já superaram todas as expectativas da Volvo, alcançando em apenas dois meses metade da meta estabelecida para todo o ano, demontrando que o modelo atingiu em cheio as demandas dos consumidores de caminhões para atividades extremas e terrenos difíceis.

Entre a Suíça e a Itália, o modelo é utilizado na construção do túnel mais extenso do mundo, que completo terá 57 quilômetros e será usado para o transporte ferroviário entre o sul e o norte da Europa, servindo de ligação entre os dois maiores portos do continente, Roterdã e Gênova. A obra, que é considerada um dos maiores projetos de construção civil do mundo, começou no final dos anos noventa e deve ser inaugurada em 2017, quando será percorrida diariamente por cerca de 300 trens de alta velocidade.

Os 22 Volvo FMX (6×4)  presentes na construção atualmente são utilizados em dois turnos diários para remover rochas provenientes do escavamento do túnel e depositá-las em um terreno especialmente preparado há cerca de 40 quilômetros, em um trabalho extremo que envolve ainda estradas cobertas de neve e chuva.

Para saber mais sobre a construção do túnel e ver o Volvo FMX em ação, confira o vídeo abaixo (em inglês):